Cadernos de Seguro

Entrevista


O diretor de Operações da LOMA e da LIMRA para América Latina e Caribe, o equatoriano Luis Freire, está bastante otimista com relação às perspectivas de negócios no setor de seguros brasileiro, particularmente aqueles voltados para os campos do estudo e do conhecimento. “No curto prazo, procuraremos identificar novas oportunidades na área de pesquisa que possam ser do interesse do mercado”, adianta. Nesse sentido, Freire reafirma o compromisso das duas instituições – recém-unidas – de “nutrir a parceria estratégica” com a Escola Nacional de Seguros – Funenseg no país para a certificação de profissionais no Programa de Formação Loma em Português (PFLP). “Com o apoio e a expertise da Funenseg, pretendemos expandir nossas ofertas de produtos e serviços a todo o mercado”, salienta. Na entrevista a seguir, Freire, graduado em Engenharia Comercial com especialização em Finanças pela Universidad Católica del Ecuador, dá detalhes sobre a fusão da LOMA e da LIMRA, as ações previstas para o mercado brasileiro e a parceria com a Escola e a Bradesco Vida e Previdência.

Daniela Meireles


Como o senhor avalia a parceria da LOMA com a Escola Nacional de Seguros – Funenseg e a Bradesco Vida e Previdência para a certificação de seus profissionais?

Nos últimos anos, a Life Office Management Association – LOMA – tem se comprometido a apoiar um mercado estratégico como o Brasil, além dos demais mercados na América Latina. Nesse sentido, além de ser uma honra para nós trazer a esse mercado toda a experiência e o conhecimento que a LOMA tem para oferecer, é com grande satisfação e otimismo que esperamos que a transmissão desses valores à indústria e seus empregados tenha um impacto significativo e positivo no futuro próximo.

A parceria da LOMA e da Funenseg com a Bradesco Vida e Previdência tem sido um ponto-chave, pois nos dá a oportunidade de assegurar que os empregados do BVP estejam bem preparados, para não apenas para agir nesses tempos de dificuldades econômicas, mas também para adquirir o conhecimento e compreensão adequados à indústria na qual estão inseridos, podendo, com isso, aperfeiçoar as operações de sua companhia, seus resultados e, ainda mais importante, engrandecer suas carreiras profissionais.

Muito do sucesso dessa parceria se deve à assistência que a LOMA obteve da Funenseg. Dessa forma, nós pudemos ministrar as melhores práticas da indústria de todo o mundo aos estudantes do BVP e integrá-las às características da indústria seguradora do Brasil. Essa é uma ferramenta muito efetiva e poderosa em prol da Bradesco Vida e Previdência.

Nós continuaremos a trabalhar estreitamente com a Funenseg e a Bradesco Vida e Previdência, para garantir que seus empregados continuem a se beneficiar dessa parceria-chave e, com isso, possam seguir sendo eficientes, eficazes e – acima de tudo – melhorar os resultados para o BVP e seus clientes.

A LOMA e a LIMRA uniram forças recentemente. O que esperar dessa fusão?

Agora que a LOMA e a LIMRA se tornaram uma única organização com tremendos recursos em pesquisa e educação, esperamos fornecer mais soluções, produtos e serviços à indústria seguradora brasileira e a outros mercados do mundo. Acreditamos que nossa força e diferencial sejam os mais de 90 anos de experiência prática na indústria seguradora, compartilhando melhores práticas entre as companhias associadas para que estas possam se beneficiar enormemente e seguir aperfeiçoando suas operações. O fato de nos tornarmos uma organização unificada nos permite apoiar nossos associados em todos os aspectos do negócio segurador – desde as vendas até a distribuição, operação e serviço. Estamos confiantes de que essa fusão nos permitirá atuar de uma maneira mais eficiente e eficaz, para que possamos servir e ajudar nossos mais de 1.200 associados em todo o mundo.

Quais ações estão programadas para o Brasil?

Continuaremos a apoiar nossos associados no Brasil em seus processos de alcançar novas oportunidades de negócios, identificar desafios dentro de suas organizações ou requisitar assistência com qualquer tipo de questões operacionais. No curto prazo, procuraremos identificar novas oportunidades na área de pesquisa que possam ser do interesse do mercado e continuaremos a participar ativamente, em quaisquer eventos locais que requeiram nossa presença. Além disso, designamos a sra. Fabiana Dias da Cunha – que está baseada na cidade de São Paulo – para ser nossa representante local em termos de produtos e serviços, contribuindo para o desenvolvimento de mercado. Ela irá trabalhar de perto com nossos associados e não-associados em suas necessidades, além de colaborar estreitamente com a Funenseg, a fim de averiguar como nossas organizações podem elevar e abrilhantar seu atual nível de colaboração. Nós também pretendemos dar prosseguimento ao contato com a SUSEP e quaisquer outros órgãos reguladores, para que fiquem cientes de nosso compromisso com a indústria. Por fim, nós iremos nos certificar de que estejamos ouvindo claramente a indústria seguradora brasileira e suas necessidades, para que possamos apresentar a solução mais apropriada para ela à medida que atravessamos esses tempos difíceis.

O que a LOMA e a LIMRA esperam da parceria com a Escola?

Esperamos continuar a trabalhar de perto com a Funenseg, a fim de desenvolver e atualizar conteúdo e material para o mercado brasileiro e seus empregados. Além do mais, agora que a LOMA e a LIMRA são uma única entidade, nós pretendemos expandir nossas ofertas de produtos e serviços a todo o mercado, levando mais pesquisa ao setor, com o apoio e a expertise da Funenseg. Pretendemos, ainda, promover workshops, levar conferências e seminários internacionais ao Brasil. Continuaremos a encorajar a participação de executivos da indústria brasileira em nossos eventos internacionais como parte do desenvolvimento profissional dos mesmos, assim como lhes dar a oportunidade de realçar suas redes de contato em um nível internacional.

Nós pretendemos nutrir essa parceria estratégica entre a Funenseg e a LOMA/LIMRA, para que possamos identificar oportunidades de negócios, compartilhar melhores práticas e soluções na indústria e continuar a apoiar esse mercado em crescimento.

Maria Luiza Martins, coordenadora de Parcerias Internacionais da Escola, adiantou que os livros do Programa de Formação serão atualizados e nos próximos anos a expectativa é disponibilizá-los apenas em formato PDF. Trata-se de uma preocupação com o meio ambiente e a redução do consumo de papel, tendência que vem sendo seguida por muitas empresas atualmente?

Essa iniciativa de distribuir nosso material em um formato PDF protegido já foi adotada ao longo do ano passado em outras regiões, como a China e o restante da América Latina. Estamos fazendo o lançamento desse novo formato no Brasil no início de 2010. Tal sistema traz muitas vantagens aos nossos associados e também nos permite estar alinhados com a nova tendência tecnológica em educação. Algumas das vantagens são: acesso mais abrangente ao material, de forma que todo e cada funcionário em qualquer região do país tenha acesso a treinamento e educação; incentivo financeiro aos nossos associados, visto que o custo do material em PDF é menor; a habilidade de fornecer aos estudantes conhecimento e informação de forma mais atualizada, que é uma maneira rápida e simples de contribuir para a continuidade do desenvolvimento profissional dos mesmos; e, por fim, mas não menos importante, nós colaboramos com o meio ambiente pela redução de consumo de papel.

Estamos certos de que o mercado brasileiro receberá tal iniciativa favoravelmente, e seguirá vendo a LOMA e a Funenseg como parceiras quando o assunto é o desenvolvimento profissional de sua força de trabalho.

Como o senhor vislumbra o futuro dos negócios da LOMA-LIMRA no Brasil?

À medida que o mundo se torna mais globalizado, que a indústria busca encontrar novas oportunidades de negócios, que os clientes desejam produtos e serviços melhores e que a tecnologia tem um impacto cada vez maior na maneira de se fazer negócios, nós queremos nos assegurar de que a indústria seguradora brasileira procure a LOMA e a LIMRA em primeiro lugar; pois nós estamos comprometidos em apoiá-la com ferramentas inovadoras e concretas que surtiram efeito em muitas companhias em todo o mundo.

25/11/2009

Cadernos de Seguro - Uma Publicação da Escola Nacional de Seguros © 2004 - 2017. Todos os direitos reservados.