Cadernos de Seguro

Entrevista

Estêvão Kopschitz Xavier, José Gustavo Féres e André Gustavo Morandi da Silva
Por Mariana Santiago

Eventos climáticos extremos: Principais impactos para o setor de seguros

O Brasil está mais exposto a acidentes catastróficos do que normalmente se pensa. De 1984 a 2015 ocorreram pelo menos quatorze desastres: um episódio a cada dois anos, aproximadamente. Projeções de diversos modelos climatológicos sugerem um aumento da frequência de eventos climáticos extremos ao longo do século XXI em nível global. Nosso país, que já enfrenta problemas de enchentes e secas graves, provavelmente ficará mais exposto a esse tipo de fenômeno. Para tratarmos desse assunto, nesta edição da Cadernos de Seguro conversamos com Estêvão Kopschitz Xavier Bastos e José Gustavo Féres, economistas e pesquisadores do Ipea, bem como com André Gustavo Morandi da Silva, também economista e especialista em regulação e gestão de riscos. Esses entrevistados nos mostraram que ações de adaptação para reduzir os impactos econômicos dos eventos climáticos são fundamentais, e o setor de seguros tem um papel importante na mitigação de tais riscos.

Baixe aqui a entrevista completa

05/01/2018

Cadernos de Seguro - Uma Publicação da Escola Nacional de Seguros © 2004 - 2018. Todos os direitos reservados.