Cadernos de Seguro

Entrevista

João Alceu Amoroso Lima
Por Isabel Correia e Mariana Santiago Col:Thaís Ferraz

Saúde Suplementar: Inflação no setor e desafios do novo cenário econômico

Transição demográfica, impasse dos custos de saúde, crescimento do trabalho autônomo como alternativa à crise e burocratização. Temas e motivos que estão na pauta de atuação institucional da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) que, segundo o novo presidente da companhia João Alceu Amoroso Lima, nesta entrevista à Cadernos de Seguro, tem se dado com a finalidade de simplificar os trâmites legais e estimular a concorrência para que o número de aderentes à saúde suplementar aumente:

“Nossa atuação institucional tem se dado com a finalidade de transmitir que a Lei 9.656/98, que completou 20 anos em 2019, está madura para ser revisada, a fim de “destravar” o mercado, que já está estagnado e até encolheu nos últimos anos, dada a crise econômica pela qual passamos, inclusive no que diz respeito ao quantitativo de participantes. O que pretendemos é justamente desburocratizar e estimular a concorrência para que o número de aderentes à saúde suplementar aumente. Esperamos que a saúde suplementar ganhe prioridade na pauta do governo em 2020”.

Baixe aqui a entrevista completa

08/06/2020

Cadernos de Seguro - Uma Publicação da ENS © 2004 - 2020. Todos os direitos reservados.

Ao navegar em nosso site, você reconhece que leu e compreendeu nossa Política de Privacidade.