Cadernos de Seguro

Ponto de Vista

Comercialização de seguros por meios remotos e a legislação

A Internet, o celular e a televisão se tornaram ferramentas e/ou canais de vendas de produtos, bens e serviços e em 2013 foram responsáveis por um faturamento de R$ 28 bilhões.

Vivenciamos uma época de mudanças nos comportamentos
sociais de consumo. Os avanços tecnológicos têm causado forte impacto sobre as mais diversas áreas do conhecimento e das relações humanas.

A Internet, o celular e a televisão se tornaram ferramentas e/ou canais de vendas de produtos, bens e serviços, e em 2013 foram responsáveis por um faturamento de R$ 28 bilhões, conforme o e-bit, uma das principais fontes de informação desse segmento - e usada muitas vezes em palestras e eventos recentes do mercado segurador, mas que ainda não é capaz de computar dados da área de seguros.

A tendência indiscutível é que esse comércio continue a crescer, pois no Brasil, dos quase 200 milhões de habitantes, cerca de 107 milhões acessam a Internet, e 51 milhões já realizaram alguma compra por esse canal.

Baixe aqui a matéria completa

29/07/2015 04h09

Por Miro Cequinel

Corretor de seguros e sócio da Cequinel Corretora e Administradora de Seguros, formado em Economia e em Processamento de Dados, possui especialização em Estratégias de Vendas (MBA). É professor da Escola Nacional de Seguros – Funenseg nas disciplinas de Informática e Seguro de Automóvel, nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul.

Cadernos de Seguro - Uma Publicação da Escola Nacional de Seguros © 2004 - 2017. Todos os direitos reservados.