Cadernos de Seguro

Análise

Impactos econômico-financeiros, poluição e danos ambientais

Sobre o incêndio no terminal de combustíveis em Alemoa

O incêndio de abril de 2015, ocorrido em um terminal de combustíveis em Alemoa, bairro industrial de Santos, no litoral de São Paulo, gerou impactos negativos ambientais, sociais e econômico-financeiros sobre a empresa e a região. Isso se deu tanto em seu componente social como também em seu componente ambiental. Poluição e danos ambientais são capazes de causar consequências negativas imensuráveis, ainda mais quando associados a eventos catastróficos e incêndios. A duração de tais eventos, quando tratamos de soluções de seguro e proteção financeira, é crucial para análise por parte, em especial, dos gestores de riscos das empresas. Eventos como emissão, descarga,dispersão, desprendimento, escape,emanação e/ou vazamento de substâncias tóxicas e/ou poluentes são tratados por apólices de responsabilidade civil geral, muitas vezes como eventos que deverão ter se iniciado em data claramente identificada e cessado em até 72 horas. É sabido também que existem situações em que os gastos são enquadrados como despesas de contenção de sinistros. O episódio ocorrido em Santos, em 2015, de acordo com informações públicas, começou no dia 2 de abril e cessou em 9 de abril de 2015.

Baixe aqui a matéria completa

01/12/2016 11h28

Por Marco Ferreira

Diretor da Sustenseg, Pós-Graduando em Gestão e Tecnologias Ambientais, Vice-Presidente do Grupo Nacional de Trabalho da AIDA, atua com assessoria ambiental sobre seguros para riscos ambientais.

Cadernos de Seguro - Uma Publicação da Escola Nacional de Seguros © 2004 - 2017. Todos os direitos reservados.