Cadernos de Seguro

Análise

Insurtechs - O equilíbrio entre inovação e regulação

O termo insurtech tem origem no uso de inovações tecnológicas criadas com o objetivo de aumentar a eficiência e o alcance da indústria de seguros na sociedade. A expressão vem da junção das palavras em inglês “insurance” (seguro) e “technology” (tecnologia). Existe aqui a inspiração do termo Fintech (“finance” + “technology”) para designar empresas de tecnologia do mercado financeiro.

Em linhas gerais, uma insurtech pretende aplicar tecnologia de ponta para oferecer um produto moderno, com uma experiência de uso ao cliente final acima do praticado pela indústria tradicional de seguros. Indo além, essas empresas podem revolver problemas do ecossistema do mercado como um todo, otimizar a operação do produto de seguros, endereçar problemas relacionados ao modelo de negócio, alcançando novas audiências, e levar o produto de seguros para quem hoje está fora deste mercado, seja por questões relacionadas a preço ou à experiência da contratação do produto como um todo.

Baixe aqui a matéria completa

19/02/2019 01h52

Por Keyton Pedreira e Renato Cordeiro

Economista, Advogado e Corretor de Seguros. MBA em Economia de Empresas pela USP e Pós-Graduado em Previdência Privada pela FGV-SP. CEO do grupo de empresas: KLP, BuscaPrev e Segurize. Cientista da Computação e Engenheiro de Software pela FIAP. CTO do grupo de empresas: KLP, BuscaPrev e Segurize.

Cadernos de Seguro - Uma Publicação da Escola Nacional de Seguros © 2004 - 2019. Todos os direitos reservados.